Trabalho acadêmico da EGPA é aprovado em congresso nacional

Um trabalho acadêmico que tem como base o serviço de qualificação realizado pela Escola de Governança do Pará (EGPA) foi aprovado, nesta terça-feira (21), para ser apresentado no congresso nacional da Associação de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas (ANEPCP), que será realizado em agosto, na cidade de Natal (RN).

A pesquisa, que tem como título “O Planejamento Estratégico Institucional formado pelas bases: o caso de uma Escola de Governança Pública”, foi submetida à associação em abril de 2019 e passou pela avaliação da banca examinadora do congresso, sendo aprovada na temática “Planejamento Estratégico e Prospecção de Cenários na América Latina”.

O professor e pesquisador do Centro de Estudos, Pesquisas e Projetos Estratégicos em Governança Pública (Ceppe), Sérgio Gomes, doutor em Economia Aplicada, é um dos autores do artigo. Para ele, a aprovação é de extrema importância, na medida em que a Escola se insere nas redes nacionais de pesquisa em gestão pública, voltadas para a produção acadêmica e científica, e ganha reconhecimento pelo Planejamento Estratégico Institucional (Pei) adotado na EGPA.

“Fizemos diferente dos planejamentos padrões. Ouvimos professores e alunos da Escola sobre os pontos fortes, as oportunidades e o que poderia ser melhorado. A partir daí, começamos a montar, desde fevereiro deste ano, o plano com os objetivos e os recursos que precisamos para alcançá-los. Porque, quanto mais conseguirmos desenvolver essas atividades com qualidade, mais esperamos que os servidores estejam dotados de competências para desenvolver suas atividades finalísticas”, explicou.

Dentre as ações previstas pelo planejamento, e que são indicadas no artigo que será apresentado, está a ampliação na oferta de cursos na modalidade à distância (EaD). Assim, a escola pretende atender mais municípios e aumentar o número de servidores capacitados.

Balanço – Em 2018, a EGPA promoveu capacitações em 138 municípios, com cursos presenciais, semi presenciais ou EaD, e, desde 2015, já certificou mais de 37 mil servidores públicos.

“A nossa ideia é poder discutir sobre planejamentos que tenham como foco a criação de valor público, ou seja, na medida em que entregamos serviços com qualidade e conseguimos transformar para melhor a vida da população, podemos dizer que estamos criando valor público ao nosso trabalho”, complementou Sérgio.

Além dele, participaram da produção do artigo os doutores e professores do Centro de Estudos, Luciana Ferreira e Laurimar Farias.

A EGPA é uma autarquia ligada à Secretaria de Estado de Administração (Sead) e tem como objetivo formar e aperfeiçoar profissionalmente o servidor público, a partir da oferta de cursos e eventos de valorização, para o desempenho com eficiência de serviços à sociedade.

Segundo a diretora geral da EGPA, Evanilza Marinho, este valor agregado ao serviço público e que está ligado ao acesso, pela comunidade, a atendimentos com qualidade é uma das missões da instituição. “A partir do momento em que a Escola cumpre seu papel como instituto de pesquisa e objetiva desenvolver ferramentas que busquem melhorias neste atendimento, bem como, no processo de governança, ela beneficia a população e contribui para o desenvolvimento do Estado”.

NCS/EGPA


© Copyright EGPA 2019 | Endereço: EGPA – Avenida Governador José Malcher, 900, Bairro Nazaré (entre Trav. Quintino Bocaiuva e Rua Joaquim Nabuco) . Belém – PA.

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível